O museu é nosso!

0
2272

 

Colégio do bairro abrigará o acervo do Museu da Lapa, que contém nossa história e várias raridades.

O editorial produzido pela jornalista Maria Isabel Coelho, do Jornal da Gente, em maio, produziu uma ação pra lá de benéfica para os moradores da Lapa. É que nela constava a informação de que o acervo da história do Museu da Lapa, até então instalado no Centro de Memória e Convívio Cecília Meireles (na Rua Araçatuba), seria transferido para o Museu da Cidade, região central da cidade. A notícia da transferência uniu os representantes dos Colégios Santo Ivo e Heitor Garcia, além do Instituto Cultural Anastassiadis, preocupados com a perda do importante patrimônio histórico deixado pelo lapeano Miguel Dell’Erba.

Mobilizando autoridades do bairro, os três representantes locais propuseram que o acervo primeiramente fosse abrigado no espaço do Colégio Heitor Garcia e recebesse os restauros e cuidados específicos pelo Instituto Anastassiadis. Atualmente, algumas das peças e documentos que compõem o acervo estão parcialmente expostas, enquanto outras estão precariamente guardadas em caixas de papelão, sujeitas a mofo e umidade do ar. “Tomei conhecimento de que o museu sairia daqui porque o local onde estava era precário. Mesmo assim, não vi sentido algum em sua transferência para o centro da cidade, por isso decidi colocar imediatamente algumas das salas do colégio à disposição. O objetivo dessa ação é não deixar que a história de nosso bairro vá para longe da comunidade”, conta Luciano Garcia Bierley, diretor do Grupo Educacional Heitor Garcia.

A restauração de todo o acervo ficará a cargo do Instituto Anastassiadis, que também é responsável pela reforma e restauração do prédio da União Fraterna. “A parceria entre o Heitor Garcia e o Instituto Cultural foi autorizada por Eudoxios Anastassiadis, presidente do Instituto, e tem como meta a guarda, preservação e difusão do seu acervo atual, composto por 193 peças e 168 fotos, conforme inventário da Supervisão de Cultura da Subprefeitura Lapa, divididas entre fotos, gravuras, pinturas, objetos, esculturas e cerâmicas. De imediato o acervo deverá receber tratamento contra fungos e outros tipos de pragas e seu devido catalogamento e em seguida será transferido para o Colégio Heitor Garcia, localizado à Rua Roma, 350, Lapa, onde permanecerá temporariamente por até dois anos, seguindo posteriormente para a União Fraterna, após o término de seu restauro, em 2017”, esclarece Luiz da Silva Filho, assessor do Instituto Cultural Anastassiadis.

www.colegioheitorgarcia.com.br
www.institutoanastassiadis.org.br

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA