Mais perto da natureza

0
2173

kelly monteiro

A Ceagesp, na Vila Leopoldina, sempre foi referência para quem gosta de cultivar flores e plantas, para quem revende e também para profissionais da área de paisagismo e decoração. No entanto, mesmo sendo um curioso passeio, não é preciso mais madrugar para ir até à Feira de Flores da Ceagesp para encontrar o que você precisa: o mercado de flores e plantas cresceu e diversas lojas, até mesmo os chamados shoppings verdes – grandes lojas de jardinagem – se concentram, hoje, na Vila Leopoldina.
Para endossar ainda mais esta tendência do bairro, a Prefeitura de São Paulo pretende construir um Mercado de Flores em área de 76 mil m2, logo após a Ponte Jaguaré, sentido Santo Amaro-Castelo Branco, entre as pistas local e expressa da Marginal Pinheiros, em frente à própria Ceagesp. Projetado pela São Paulo Turismo (SPTuris), o Mercado de Flores de São Paulo funcionará seis dias por semana e será um grande centro de comercialização de flores, plantas ornamentais e insumos de paisagismo e jardinagem, voltado para atacado e varejo. Ele nasce com o objetivo de ser um novo pólo de negócios e, ao mesmo tempo, um ponto turístico da cidade. Para isso, além da área de vendas, terá um mezanino que abrigará 24 estabelecimentos, como restaurantes, bares, cafés, livrarias e postos de serviço.
A área destinada ao varejo terá 390 metros de comprimento, com 270 boxes, além do mezanino. A idéia é cobrir este espaço com lona tensionada, garantindo iluminação e ventilação naturais, além da coleta de água da chuva para reuso nas atividades do próprio mercado.
Enquanto o Mercado de Flores não começa a funcionar, basta dar uma volta pelas ruas da Vila Leopoldina – Brentano, Imperatriz Leopoldina, Baumann, Engenheiro Roberto Zuccolo, para encontrar lojas com os mais variados tipos de flores e plantas, além de vasos, instrumentos para jardinagem e decoração, cachepôs em rattan, insumos, opções de presentes e ornamentação de ambientes, e também profissionais especializados em projetos de paisagismo para festas, eventos corporativos, casamentos, etc.
Um exemplo é o Uemura Flores e Plantas que, desde 1998, abriga uma grande quantidade de flores, folhagens e instrumentos para jardinagem. Além disso, fornece elaborados arranjos e dispõe de todo o material necessário para que o cliente mesmo os faça, incentivando o aprendizado na área. A variedade de produtos no Uemura chega a 10 mil.
“Vimos a região se transformar”, lembra Luiz Antonio dos Santos Oliveira, gerente da Natus Verde, há 24 anos no bairro e que tem como diferencial as gramas Itograss. Os dois galpões, ao lado da Cobasi, abrigam, além das mudas de grama, diversos tipos de folhagens. “Aqui a pessoa encontra de tudo para montar seu jardim”, acrescenta.
Outra empresa em expansão é a DL Flores – Distribuidora Reijers. “A Reijers produz várias flores, mas o forte são as rosas tipo exportação. Elas têm uma qualidade que as diferencia dos demais produtos. São flores duráveis e resistentes”, diz Marcelo Quadrado, gerente da DL Flores.
Na Visual Paisagismo, instalada em um terreno da Eletropaulo, pedras e plantas se misturam e formam um visual, no mínimo, curioso. Para grandes áreas, há a possibilidade de criar projetos paisagísticos com cascatas, pedras de caverna, de rio e pedras com formatos de animais: tartaruga, por exemplo, e um camelo caprichosamente esculpido pela ação da natureza.
Estas são apenas algumas das opções para você descobrir o que há de melhor e mais interessante em matéria de flores, plantas e acessórios para ornamentação, para sua casa, escritório, etc. Confira o roteiro e dê uma circulada pelo bairro: há muitas novidades e muito o que descobrir.

Onde comprar


Armazém da Companhia. Vende flores e plantas naturais e artificiais no varejo, além de objetos de decoração e vasos de cerâmica do Vietnã. Abre de segunda a sexta-feira, das 8 às 18h, e aos sábados, das 10 às 16h. Rua Guaipá, 1443, Vila Leopoldina. Telefone 3831-0300.


Cobasi. Seja para jardinagem ou para o interior, a Cobasi oferece todo o material necessário para manter as plantas bonitas e sadias. Entre eles, adubos, sementes e vasinhos. Abre de segunda a sábado, das 8 às 21h, e domingos e feriados, das 9 às 20h. Rua Manoel Velasco, 58, Vila Leopoldina. Telefone 3835-5160.


DL Flores – Distribuidora Reijers. Especializada em rosas tipo exportação, além de plantas como orquídeas e bromélias. Acessórios para floriculturas e atacadistas. Abre de segunda a sexta-feira, das 6 às 18h, e aos sábados, das 7 às 14h. Rua Baumann, 963, Vila Leopoldina. Telefone 3835-3810.


Natus Verde Garden. Famosa pelas trepadeiras, gramas e pelas muitas opções de plantas, vasos de material com cerâmica e concreto. Distribuidora das gramas Itograss, a Natus Verde dispõe de todo material de jardinagem necessário para você incrementar seu jardim. Rua Manuel Velasco, 140/168, Vila Leopoldina. Telefone 3644-6256.

Suzuki Flores e Plantas. Flores e plantas variadas, além de adubos. Fornece para atacadista ou para o consumidor final. Abre de segunda a sexta, das 8 à 17h, sábado, das 9 às 15h. Rua Baumann, 1061, Vila Leopoldina. Telefone 3836-5645.


Uemura Flores e Plantas. Em um espaço de 5 mil metros, o Uemura oferece uma linha de produtos que facilitam o manuseio e o cuidado das plantas e flores, além de acessórios para preservar a criação, como ferramentas, cachepôs em rattan, insumos. O forte do lugar são as flores de corte, como rosas, antúrios e gérberas fresquinhas. Outra flor bastante procurada neste shopping verde é o copo-de-leite colorido, chamado callas, disponível em versões como roxo-berinjela, laranja e verde. Custa entre 18 e 24 reais a dúzia. Há também plantas de ambiente interno e externo, arranjos prontos e produção de arranjos para eventos corporativos, festas e casamentos. Também conta com profissional especializado para o desenvolvimento de projetos paisagísticos e de jardinagem. Aberto de segunda a sábado, das 7 às 17h, e aos domingos, das 9 às 18h. Av. Engenheiro Roberto Zuccolo, 284, Vila Leopoldina. Telefone 3641-7940.


Visual Paisagismo. Para decorar jardins, a Visual fornece pedras de caverna e pedras esburacadas, vasos de cerâmica feitos à mão, potes de argila antigos, dormentes e pisos de pedras. Entre as plantas, há opções como fênix, orquídeas, bromélias, entre outras. Faz projetos paisagísticos e também presta manutenção. As segundas, quartas e quintas-feiras, abre das 8 às 13h; terças e sextas, das 7 às 17h, e aos sábados, das 8 às 13h. Rua Brentano, 97A, Vila Leopoldina. Telefone 3836-9456. www.visualpaisagismo.com.br.

COMPARTILHE
Próximo artigoGente 296

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA