Um empreendedor genial

0
1950

Foto:

Alberto Saraiva

Alberto Saraiva, presidente e fundador do Habib´s, transformou uma tragédia familiar em uma incrível história de sucesso. E tudo começou na Lapa, na Rua Cerro Corá, com sua primeira unidade.

Ele se diz um homem de fé, acredita em seus sonhos e não esmorece diante das dificuldades. Ele é Alberto Saraiva, presidente e proprietário da rede Habib´s, e esta sua verdadeira lição de vida pode ser confirmada e traduzida em números impressionantes: 430 lojas em todo o país (metade delas próprias e as outras franquias), 22 mil colaboradores, 220 milhões de clientes atendidos anualmente e quase 9 bilhões de Bib’sfihas vendidas em quase 27 anos de história.

O português Alberto venceu as dificuldades iniciais que fariam a maioria das pessoas desistir e se entregar, e moldou o que hoje é a segunda maior cadeia de fast-food em faturamento do Brasil. Ele conta que aos 19 anos foi obrigado a interromper a faculdade de medicina quando seu pai foi assassinado em um assalto à padaria da família, localizada no Brás. Desolado, quase abriu mão do negócio aberto pelo pai, mas em um desabafo com um taxista ouviu o conselho que mudou o rumo de sua vida: “Filho, não desista! É preciso caminhar! A gente não sabe onde é que está o nosso sonho” – as mesmas palavras que o pai lhe dizia. Naquele dia, retomada a fé que sempre lhe guiou, a história recomeçou e como o estabelecimento era o único meio de sustento da família, Alberto, o filho mais velho, se viu na obrigação de se dedicar ao negócio.

Os desafios iniciais foram imensos: precariedade estrutural da padaria, funcionários sem qualificação e a situação do país em 1973. Nessa época, o governo federal, por meio da Sunab, fixou o preço do pãozinho abaixo do considerado justo pelos comerciantes. E foi então que Alberto deu a primeira amostra de sua veia empresarial – colocou seu pãozinho 30% mais barato que a tabela e ainda lançou uma promoção de ‘compre 10 e leve 12’. Além do atendimento normal aos clientes, passou a receber em seu estabelecimento padeiros, que compravam seus pães e revendiam em ruas e condomínios da cidade. Alberto sabia que quem comprava o pãozinho (e a partir da promoção era muita gente) também levaria leite, sucos e outros itens que equilibravam o lucro.

O negócio prosperou e em 1976 ele obteve o primeiro lucro comercial com a venda da padaria, e seguiu investindo no ramo da alimentação. Essa foi a primeira negociação de muitas que ainda viriam. O valor do esforço de Alberto é maior na medida em que conseguiu prosperar nos negócios e, ao mesmo tempo, concluir o curso de medicina.

O dr. Alberto, como é chamado pelos colaboradores, já era procurado por outros comerciantes para atuar como consultor. Seus negócios sempre prosperaram justamente por apresentar diferenciais e estratégias ousadas. Uma noite, numa pizzaria com os amigos, cada um desejava um sabor diferente, teve a ideia original e criou um dos primeiros rodízios de pizza da cidade de São Paulo. A Casa de Pizza Rodízio foi atração nos anos de 1970 e 1980, sempre com enormes filas de espera. Outros negócios prosperaram com o talento empresarial de Alberto, entre os quais, a Casa do Nhoque, a Casa da Fogazza e a Casa do Pastel.

O próximo passo foi investir em uma lanchonete na Rua Lins de Vasconcelos. Administrando o estabelecimento, conheceu um dos melhores cozinheiros árabes da cidade, Paulo Abud. Alberto percebeu que os restaurantes especializados nesse tipo de comida eram raros e com preços altos, identificando mais uma possibilidade de prosperar. Em paralelo, ele conta que o governo federal sancionou o Programa de Alimentação do Trabalhador, conhecido como vale-refeição, que impulsionou a busca por restaurantes e, principalmente, a chegada dos fast-foods. O empresário colocou literalmente a mão na massa, contando com os ensinamentos do novo cozinheiro.

Em 1988, o Habib´s inaugurou a primeira loja, na Rua Cerro Corá. Dr. Alberto decidiu adaptar os produtos árabes oferecidos ao paladar do brasileiro. Além disso, incluiu no cardápio outros produtos mais comuns ao público, como pizza, pastel e chope. A segunda unidade aberta foi a do bairro de Perdizes, inaugurada um ano após a loja da Cerro Corá. “O Habib’s nasceu do sonho de que qualquer pessoa, sem importar quanto tivesse no bolso, deveria ter um lugar para comer com qualidade e ser bem atendido. E a Cerro Corá é símbolo de tudo isso. Tudo o que me inspirou começou aqui e estará aqui como fonte para novos sonhos”, conta.

Neste ano, após muitas lojas abertas em todo o país, entre próprias e franquias,  Alberto reinaugurou a primeira de suas lojas: a da Lapa, que passou por uma modernização completa e agora se reapresenta para o público com uma nova proposta. 

Hoje, com arquitetura 100% renovada, o restaurante da Lapa, que funciona diariamente das 11 horas às 24 horas, mantém seus canais de atendimento em plena atividade (salão, delivery e viagem), mas agrega à sua operação todo o conteúdo histórico do Habib’s. Em cada parede, objetos, vídeos e fotos estão expostos para vivenciar a trajetória da rede. A lâmpada que inspirou e foi fonte de desejo de seu fundador tem um local especial.

Um painel digital traz o Bib’sfihômetro com a atualização, em tempo real, da quantidade de Bib’sfihas vendidas em todo o país, desde a inauguração da rede. Quantidade que já totaliza quase 9 bilhões de Bib’sfihas vendidas nesses quase 27 anos de história. Nas paredes, uma seleção de fotos antigas de momentos e pessoas especiais para a trajetória da marca. Coroando o salão, telas de TV traçam uma linha do tempo, década a década, com os principais acontecimentos da rede e os fatos mundiais que dominavam os noticiários em cada época. “O tempo passou e muita coisa mudou, mas a essência do Habib´s permanece a mesma”, finaliza Alberto.

Habib´s 
Rua Cerro Corá, 307, Lapa
Telefone 3003-2828
www.deliveryhabibs.com.br

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA