Faça você mesmo

0
1477

Decorar e reformar não são tarefas das mais fáceis. Vão além da escolha de móveis, objetos e cores de parede. Por essa razão, profissionais da área de design de interiores são cada vez mais requisitados por quem se preocupa com o planejamento da sua casa, loja ou escritório. Para suprir esta demanda do mercado é preciso especialização, adquirida em um curso técnico de decoração.
Nele, além de estudar elementos da decoração (cores, cortinas, estofados, acessórios e revestimentos em geral) o aluno é instruído em conhecimentos de desenho técnico, planta baixa, corte e elevação. Aprende a adequar espaços às necessidades de forma funcional, prática e estética.

Pesquisa de campo

No Instituto de Desenvolvimento Artístico (Idarte), na região há 8 anos, também fazem parte do currículo conceitos básicos de tapeçaria e marcenaria para dormitórios e cozinhas. Para aprimorar o currículo, os alunos ainda saem a campo para pesquisar e conhecer os tipos de materiais utilizados em diferentes projetos. ”Formanos profissionais aptos e qualificados a fazer projetos, bem como prestar assessoria na área. Afinal, o curso é destinado tanto para quem gosta e quer decorar os ambientes da própria casa como para quem quer uma nova fonte de renda”, diz Maíra Hasten Reiter, proprietária da escola que abriu, recentemente, o novo curso.
O curso de decoração tem duração de um ano, com aulas de três horas por semana. O Idarte garante certificado e não exige pré-requisito do interessado em participar das aulas. “Utilizamos linhas retas e materiais como régua, lápis de cor e nanquim. Não é preciso ser desenhista para fazer decoração”, afirma Maíra, concluindo que as matrículas para as turmas do curso de decoração estão abertas. Aproveite para ampliar seus conhecimentos e conquistar uma oportunidade de trabalho.

COMPARTILHE
Próximo artigoGente 296

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA