Santa Fé: costela no bafo e cupim casqueirado

0
751

Foto: Divulgação

Divulgação
Costela no bafo da Santa Fé

Famosa pelo cupim casqueirado e a costela no bafo, a Santa Fé D. O. chega à Vila Leopoldina como uma nova opção em carnes.

O empresário e sócio Neto Torsoni explica “que tínhamos planejado abrir a filial da Santa Fé da Avenida Pompeia, inaugurada em 2007 na Leopoldina. Mas não encontramos o imóvel ideal e abrimos a filial da Rua Tucuna, em 2016. Mas em 2019 encontramos este imóvel e depois de seis meses de reforma, inauguramos a casa em dezembro”.

A unidade da Santa Fé Vila Leopoldina reúne as duas especialidades da Santa Fé, a costela no bafo (Rua Tucuna) e o cupim na telha (Avenida Pompeia), fundada por Darci Ongaratto, já falecido. “E, em homenageam ao meu sogro, incluímos as iniciais D. O. que agora faz parte da nossa marca”, explica Torsoni.
O ambiente tem uma arquitetura moderna. São dois salões, um na entrada junto à calçada. Através de uma escada chegamos ao mezanino onde fica o bar, a cozinha, o braseiro e a adega climatizada, com vinhos de várias procedências “de qualidade e com preços acessíveis”, garante o empresário.

Monitores de TV, telão de 120 polegadas, sistema de som de última geração e ar condicionado completam o ambiente. Espaço confortável para atender 180 pessoas.

O churrasco ao vivo e o trabalho dos profissionais pode ser acompanhado das mesas.

O espeto de cupim é temperado com receita criada por Darci e mantido em segredo e levado ao fogo baixo por mais de quatro horas. Depois é casqueirado e servido na telha e acompanhados de mandioca cozida, vinagrete, farofa e pão. A costela são assadas no bafo por mais de oito horas e depois finalizada na brasa. Leva o mesmo tempero do cupim. Fica pronta quando os ossos saem facilmente da carne. A equipe de assadores veio das outras duas casas. “Cupim e costela no bafo são pedidos por mais de 70% da clientela. A costela de nelore tem mais carne e menos gordura”, diz Torsoni.

Há outras opções de carnes de angus em cortes argentinos e assados na parilla: Santa Fé: bife ancho, bife de chorizo, assado de tira, fraldinha red, maminha e a picanha. Salmão, saladas e vários acompanhamentos completam o cardápio.

Tem almoço executivo durante a semana. A linguiça cuiabana, destaque da casa, leva no recheio queijo e é servida na chapa quente. Tem boas sobremesas.

Do bar, drinques e caipirinhas em criações exclusivas e chope gelado servido em tulipa de cristal.

Pela estrutura, serviço e ambiente o Santa Fé recebe nos finais de semana famílias da região e tem sido escolhido para receber eventos corporativos. (GA)

Santa Fé D. O., Rua Carlos Weber, 64, Vila Leopoldina, Telefone 2649-7041

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA