20 anos — Dedicação à Lapa e região

0
1264

Foto: Arquivo/Tiago Gonçalves

Arquivo/Tiago Gonçalves
D, Therezinha, sempre atuante.

Nomes que muitos conhecem, destacamos cinco personagens que têm seu trabalho e atuação intimamente ligados ao progresso e desenvolvimento da Lapa e região.

Dra. Therezinha Penteado C. A. Oliveira. Sua trajetória profissional como advogada é exemplar e toda ela feita no bairro da Lapa. Ela participou da fundação de muitas associações da Lapa como a Associação dos Advogados da Lapa, Rotary Club da Lapa onde chegou a ser a primeira mulher presidente do clube de serviço da Lapa. Paulistana nascida e criada na Vila Mariana, Therezinha veio para a Lapa em 1958. “A Lapa me acolheu e me deu tanta coisa… É uma comunidade que todo mundo conhece todo mundo e se ajudam mutuamente e me considero lapeana de coração”, explica sua relação com o bairro. Sobre o Guia Daqui Lapa Leopoldina que comemora 20 anos de circulação: “Considero o trabalho do GDLL muito importante por disseminar entrevistas com pessoas da Lapa. O GDLL é um entrelaçamento entre as entidades e os moradores da Lapa e parabeniz o o trabalho realizado pela equipe e desejo que continuem assim”.

Padre Tarcísio, da Paróquia de N. Sra. de Fátima de Vila Leopoldina. (Foto/Tiago Gonçalves)
Padre Tarcísio, da Paróquia de N. Sra. de Fátima de Vila Leopoldina. (Foto/Tiago Gonçalves)

Monsenhor Tarcísio Justino Loro. Gaúcho de Três Maio. Ordenado há 34 anos e desde 1988 atua na paróquia de Nossa Senhora de Fátima da  Vila Leopoldina. Formado em letras, pedagogia, comunicação e direito, cursos que fez o Brasil e no exterior. É professor na PUC-SP do curso de Introdução ao Pensamento Teológico. Ele é um dos idealizadores da Casa do Pequeno Cidadão,  hoje Serviço de Acolhimento Institucional para Crianças e Adolescentes (Saica) que  atende bebês, crianças e adolescentes em situação de risco encaminhados pela Vara de Infância e da Juventude do Fórum da Lapa. O padre destaca trabalho do Centro Social Coração de Maria que atende a 120 crianças com alimentação, reforço escolar e aulas de ioga, educação física, culinária, música e é mantido por convênio com a prefeitura e apoio da comunidade. Sobre o GDLL, “é uma publicação que gera relações interpessoais entre as pessoas da comunidade”.

Tiago Gonçalves
Carlos Fernandes, atual prefeito regional da Lapa. (Foto/Tiago Gonçalves)

Carlos Eduardo Batista Fernandes. Desde janeiro é o prefeito regional da Lapa nomeado pelo prefeito João Doria. Em 2010-11, Carlos Fernandes, foi subprefeito da Lapa. É administrador de empresas e foi empresário do setor gráfico. Na administração pública trabalhou na SPTrans, no Poupatempo onde coordenou a criação de 35 unidades, e na secretaria da Agricultura. É presidente municipal do Partido Popular Socialista (PPS). “É morador e conhece a região e tem um bom relacionamento com a comunidade”, destacou o vice prefeito Bruno Covas. A prefeitura regional tem uma área 40,1 km² e população estimada em 305.526 habitantes, (IBGE 2010). E fazem parte os distritos da Barra Funda, Jaguara, Jaguaré, Lapa, Perdizes e Vila Leopoldina.

José Carlos, educador e criador do Colégio Santo Ivo. (Foto/Tiago Gonçalves)
José Carlos, educador e criador do Colégio Santo Ivo. (Foto/Tiago Gonçalves)

José Carlos Barros Lima. Advogado e educador é o criador do Colégio Santo Ivo. “Inspirado em meu pai, José Getúlio de Lima, que também foi advogado e educador e senti necessidade de criar uma escola e dei o nome de Santo Ivo, padroeiro dos advogados”. Nos primeiros anos do colégio, foi diretor e professor. Hoje, o colégio, com metodologia de ensino próprio, é uma referência na região. José Carlos divide a administração do colégio com a filha Myrna de Barros Lima Ibrahim, diretora pedagógica. Além do colégio, José Carlos, criou anexo ao colégio, o Centro de Estudos e Memória do Movimento Constitucionalista de 1932, com acervo – documentos e objetos – da Revolução de 1932. Faz que stão de participar de ações como o Natal Comunitário e outros eventos na comunidade da Lapa. R. Duarte da Costa, 1.246, Alto da Lapa, telefones 3837-0566 e 3836-3563,www.santoivo.com.br

Roberto Uria. Formado em educação física e administração, o boliviano Uria, tem sua história profissional ligada à ACM Lapa em que trabalhou por 45 anos. “trabalhei em várias unidades da ACM, mas na maior parte, na ACM Lapa, onde chegou a secretário executivo”, conta. Desde 2014, quando se aposentou, Uria dirige o Camp Oeste, programa que prepara a cada trimestre 300 jovens de 14 a 18 anos para o mercado de trabalho. Fundador do Rotary da Lapa que presidiu entre 2011-12, a Lapa tem um espírito comunitário muito forte, “Aqui todo mundo se conhece e se ajuda. Sempre fui bem recebido e na Lapa fiz minha vida social e familiar”.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA