Capoeira do futuro

0
516

Foto:

Capoeira do futuro

Mestre Gué se dedica a projeto onde crianças e jovens aprendem cidadania sustentável através da arte da capoeira.

João Gomes da Silva, mais conhecido como Mestre Gué, é alagoano e conheceu a capoeira nos anos 1970, quando tinha dores nas costas e um médico recomendou que ele a praticasse. Foi o que fez e desde então a capoeira faz parte de sua vida. Mestre Gué foi pintor profissional e hoje, aposentado, se dedica em tempo integral à capoeira.Ele criou, em 2000, o projeto “Da rua para a Capoeira”, para ensinar a arte a crianças carentes. Hoje ele atende cerca de 300 crianças na creche municipal Mãe do Salvador e no Lar do Alvorecer Cristão, ambas em Pinheiros. Todas as crianças têm aulas de capoeira sem custo algum. “A maioria das crianças é filha de trabalhadores da região, que não tinham onde deixá-las”, diz o capoeirista.

Na Vila Ipojuca, as aulas de capoeira acontecem na Associação Amigos da Vila Ipojuca (Assavi), às segundas, quartas e sextas, das 18 às 19h30. Segundo o professor, “quem pode colaborar, colabora, e quem não tem é bem-vindo também”, diz ele, que ensina sua arte para 15 crianças entre 5 e 13 anos.

Acompanhamos uma aula e Mestre Gué faz valer seus conhecimentos e sua autoridade, “porque senão as crianças não aprendem direito”. Para ele, a capoeira, além de ser uma arte, mescla exercícios físicos e cultura brasileira. “A capoeira é uma coisa do Brasil e precisa ser valorizada”, lembra ele.

Mas o projeto corre risco de ser interrompido por falta de patrocínio. Segundo Mestre Gué, “o atual patrocinador não vai renovar e preciso arrumar um novo”. Segundo ele, “preciso de apoio para a compra de instrumentos, uniformes – camisetas e calças – para os alunos e pagamento dos professores assistentes. Eu não recebo nada, porque tenho minha aposentadoria”, informa.

Mesmo sem ter claro como vai manter o projeto, ele não desanima e pretende levar adiante as aulas de capoeira para as crianças. “Elas gostam e farei o possível para continuar com esse trabalho”, afirma Gué. (GA)

Mestre Gué/Capoeira
Projeto “Da rua para a Capoeira”
R. Rumaica, 256, V. Ipojuca
Cel. 98139-3087 e 97604-3371

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA