Para comemorar

0
622

Foto:

Há 30 anos o Camp Oeste investe na cidadania, capacitando jovens de baixa renda para inclusão no mer

Há 30 anos o Camp Oeste investe na cidadania, capacitando jovens de baixa renda para inclusão no mercado de trabalho.

O Centro de Assistência e Motivação de Pessoas − Camp Oeste −, localizado na Zona Oeste de São Paulo, é administrado por membros dos Rotary Clubes da Lapa, Oeste, Perdizes e Sumaré, e está comemorando 30 anos de atividade. Nesse período, capacitou mais de 15.000 jovens de baixa renda, para promover o ingresso no mercado de trabalho.
Eles têm entre 15 e 18 anos e encontram no Camp Oeste uma nova perspectiva de vida. A entidade promove, de três em três meses, o Programa de Formação Básica Socioeducativa para o Trabalho, que capacita jovens vindos de famílias com alta vulnerabilidade social. O Programa tem uma série de atividades desenvolvidas por voluntários integrantes da entidade. Dentre as atividades, o Projeto Rumo, promovido pela comunidade rotariana, que orienta por intermédio de palestras, a escolha profissional do jovem.Após essa formação, os jovens são encaminhados para trabalhar em empresas parceiras da entidade, como aprendizes e estagiários. No curso de aprendizagem de Assistente Administrativo, são ministrados conteúdos sobre noções básicas de informática, arquivamento de documentos, atendimento ao cliente − com simulações de atendimento presenciais e por telefone −, rotinas da área de recursos humanos e departamento de pessoal. Nessa atividade, o jovem tem a oportunidade de aplicar na prática o que aprendeu durante seis horas diárias, sendo que quatro dias na semana são na empresa para onde foi encaminhado e um dia na entidade. E no curso Aprendiz de Mecânica Diesel são capacitados para diagnosticar defeitos mecânicos e elétricos, fazer a remoção de peças para análises, troca de óleo e filtros − com o descarte ecologicamente correto −, entre outros itens.
“O Camp Oeste é reconhecido por muitas famílias como agente de transformação. Elas percebem na entidade a oportunidade de encaminhar seus filhos para o mercado de trabalho proporcionando a eles renda, que podem subsidiar o ingresso à universidade e o crescimento profissional”, diz a coordenadora geral do Camp Oeste, Paula Martins. 
Os interessados em participar dos cursos do Camp Oeste devem ficar atentos ao prazo de inscrição, que pode ser acompanhado pelo site da entidade. 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA