As ações na comunidade do Rotary Club

0
204

Foto: Divulgação

Divulgação
Luzia Schapim (esq) em evento do RC

Criado em 1905 pelo advogado norte-americano Paul Harris, o Rotary pretendia reunir profissionais de diferentes setores para trocar ideias e construir amizades. O movimento cresceu e hoje atua mundialmente prestando serviços às comunidades.

Em poucos anos, o Rotary ampliou seu alcance e ampliou sua atuação humanitária nos Estados Unidos e outros países, entre eles, o Brasil, onde em 1921, no Rio de Janeiro, foi fundado o primeiro clube.

As campanhas de vacinação, trabalhos sociais e outras ações marcam a atuação do Rotary em todos os continentes. Vale ressaltar a campanha de combate à pólio que teve início em 1979 nas Filipinas. Em 1988, a doença atingia 125 países. Hoje, apenas três países continuam endêmicos. E o Rotary teve uma atuação relevante no combate à doença, inclusive no Brasil.

Na região temos o Rotary Club São Paulo Lapa. A empresária Luzia Schiapim dos Santos assumiu a presidência do clube em julho de 2019 e seu mandato é de um ano. Ela administra uma empresa que presta serviço de segurança ocupacional e assessora empresas em no atendimento das normas regulamentadoras que os órgãos públicos exigem, como salubridade, ambiente de trabalho entre outras exigências legais. “A empresa foi fundada por mim e meu marido Lys dos Santos (falecido) e que também presidiu o Rotary e foi superintendente da Distrital Oeste da Associação Comercial”, diz.

Segundo a presidente, o Rotary Club Lapa tem um trabalho junto à comunidade da região e promove ações juntamente com o Rotary Clube Alto da Lapa. “Prestamos vários serviços para a comunidade. Não fazemos benemerência. Nosso papel é organizar e liderar vários projetos, entre eles, de alfabetização, outro é o banco de cadeiras de rodas. Doamos e emprestamos de 30 a 40 cadeiras por ano. Elas nos chegam por doação e também compramos outras através de eventos realizado pelo clube como bazares organizados pela Asfarla (Associação das Famílias de Rotarianos da Lapa). Também atuamos em campanhas de vacinação e de doação de equipamentos para UBS e outras organizações de saúde em parceria com o Rotary Alto da Lapa e a Fundação Rotária. Nosso trabalho é amenizar e atender às pessoas desfavorecidas”, explica a presidente que é moradora da região há mais de quarenta anos.

Outro projeto comunitário na região que o Rotary Lapa participa, Luzia faz questão de destacar a parceria com o 4º Batalhão da Polícia Militar Metropolitano, comandado pelo tenente-coronel Marcelo Gonçalves Marques (CONFIRMAR???) no Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) com palestras para os estudantes das escolas públicas e privadas. O objetivo é prevenir o uso e o abuso de drogas, através de orientação e conscientização dos efeitos e problemas causados pela dependência de substâncias químicas, ilícitas (cocaína, crack) e lícitas (álcool, tabaco). Além disso, os policiais também encorajam através das palestras que as crianças e jovens em idade escolar, passem a ter atitudes positivas no sentido de evitar o uso de drogas e a prática da violência. (GA)

rcsp.lapa@gmail.com

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA