Pelezão entra na dança

0
704

Foto: Gerson Azevedo

Gerson Azevedo
Renato comanda as animadas aulas de dança no Pelezão

Uma turma animada se reúne nas manhãs de segunda, quarta e sexta para dançar e se divertir. E tem lugar para quem quiser se juntar para dançar.

Renato Galhardo e Fernanda Bebê são os responsáveis pela animação das moradoras da região que frequentam o Clube Pelezão para dançar.

Com formação em dança e mais de 25 anos de experiência, Renato explica que dançar sempre fez parte de sua vida. “São muitos os estilos de dança que fiz especialização – dança de salão, samba, aeróbica, lambada, latina, chachacha… E criei um método para que todas as pessoas, não importa a idade possa dançar e se divertir”, explica o animado professor. No total, calcula o professor, são mais de 150 alunos e deste contingente, cerca de 100 comparecem por dia/aula. A maioria é de mulheres, de todas as idades. Mas os homens estão vindo aos poucos. “Precisamos e vamos quebrar o preconceito masculino de dançar!”, garante Renato.

Além dos diversos estilos, como a zumba, a dança do ventre é a especialidade de Fernanda Bebê que tem uma carreira mais curta e participa das aulas no Pelezão.

Fernanda Bebê e as alunas da dança do ventre (Gerson Azevedo)
Fernanda Bebê e as alunas da dança do ventre (Gerson Azevedo)
O trabalho dos professores é voluntário e não é novo para Renato. Ele, por uma década, comandou um curso semelhante no Tendal da Lapa. “E em 2018 quando vim ao Pelezão apresentar a minha proposta de trabalho, encontrei todo o apoio do Miguel Penteado, coordenador do Clube Pelezão”.

Renato tem uma empresa de eventos e promove bailes e aulas de dança coletiva nos shoppings centers Osasco e de Carapicuiba, organiza bailes e viagens turísticas com atividade de dança para diversas cidades do país.

Dançar além de lazer e entretenimento também tem outras vantagens. Explica o professor: “A dança serve para manter a forma, socializar, tem efeitos positivos nas pessoas. Quem participa das minhas aulas não fica deslocada. Meu método, depois de muito estudo e observação, facilita o aprendizado dos alunos. Quero que todos possam dançar nos bailes que vão encontrar por aí. E não tem limite de idade para quer dançar. Tenho alunas com mais de 85 anos e até grávidas e mães com bebês, que resguardadas as limitações, participam das aulas aqui no Pelezão e se sentem muito bem!”, afirma Renato.

Para a aluna e moradora do Alto da Lapa, Silvia Bressan, “Essas aulas estão contribuindo par o nosso bem estar e este projeto ajuda a muita gente e convido todos a participar. A música e a dança para nós é uma terapia”.

As aulas de dança são gratuitas. As de ritmo acontecem nas manhãs de segunda, quarta e sexta, das 7:15 às 9:15 acontecem as aulas de ritmos. Na quarta, das 19:15 às 21h, tem dança de salão. As aulas de dança do ventre com a Fernanda Bebê, acontece às quartas, de 9 às 10:30. É só aparecer e dançar! (GA)

Clube Pelezão, Rua Belmonte, 957, Alto da Lapa, Renato Galhardo, tel. 98203-7755 (WhatsApp), www.facebook.com/renatobailes

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA