SPFW desfila na Leopoldina

0
249

Durante cinco dias, um armazém industrial localizado na Vila Leopoldina virou o centro do planeta da moda de São Paulo com a edição 46 da São Paulo Fashion Week.

A tribo de modelos, criadores, maquiadores, seguranças, estilistas, jornalistas especializados, influenciadores sociais, donos de butiques e outros interessados se deslocaram até a Vila Leopoldina para participar do evento de moda mais importante da cidade.

Proj Estufa-Helena Pontes-Div-1De 21 a 26 de outubro, a SPFWN46, como foi codificada, teve além dos concorrido desfiles, outras ações que envolvem a indústria da moda. Um dos principais do mundo, ele foi criado pelo agitado Paulo Borges, a ‘cara’ da SPFW. Além do galpão industrial da Leopoldina, a SPFW teve desfiles no Farol Santander, no edifício que é um ícones da cidade na área central da cidade.

Paulo-Borges-por-cristiano-madureira-1200x1800Como todas as edições, a SPFWN46, teve como tema nesta edição a Tran[SP]osição, segundo Paulo Borges, idealizador e diretor criativo do SPFW, “para provocar todos e ir além de suas próprias convicções e certezas e inaugura um novo ciclo na história de 23 anos da plataforma que consolidou e projetou a moda brasileira para o mundo”.

A escolha pelo espaço da Vila Leopoldina, segundo afirma os promotores do evento “É a vontade de expandir fronteira e ir além, ressignificar espaços a partir da criatividade alinhado à vocação de São Paulo para novas economias, integrando e conectando a cidade com os grandes centros de inovação do mundo”, explica Paulo Borges.

A cineasta e cenógrafa Daniela Thomas fez a cenografia do SPFWN46 e co-curadora, junto com a artista Mari Nagem, da exposição do Projeto Estufa, que reuniu 17 artistas contemporâneos.

Agua de Coco - SPFW N46 out/2018 foto: Sergio Caddah / FOTOSITE
Agua de Coco – foto: Divulgação/Sergio Caddah 

Além da exposição e desfiles de sete novos designers, que integram a plataforma, o Projeto Estufa trouxe uma agenda bem diversificada de eventos como masterclasses, talks e feira de startups distribuídos nos dois espaços.

Quatro marcas fizeram sua estreia na SPFW: Piet, Cacete Company, Torinno e Bobstore. Outras marcas que já desfilaram suas criações em edições anteriores receberam um público interessado nas novidades em desfiles concorridos. Entre elas, Handred, Two Denin, Lino Vila Ventura, Amir Slama, Gloria Coelho. (GA)

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA