Sonhos realizados

0
53

11 meninas que vivem em locais próximos à Cracolândia têm noite de princesa em bufê da Vila Leopoldina.

Dia 14 de junho, o Espaço Climbers, localizado na Vila Leopoldina, recebeu 11 debutantes assistidas pelo projeto social Novos Sonhos, ligado à Igreja Batista e que atende crianças e adolescentes que moram na região da Cracolândia e na Comunidade do Moinho, oferecendo diferentes atividades extracurriculares, como futebol, balé, jiu-jitsu, música, reforço escolar, apoio psicológico (através de uma parceria com a Faculdade Anhanguera) e skate. Para Valdir Godoi, proprietário do bufê, que abriu suas portas como colaborador do projeto, “tudo foi preparado com muito cuidado, para que essas meninas, que estão em estado de grande vulnerabilidade, tenham realmente uma noite de princesa, com direito a príncipe, bolo, dança, etc…”, declarou.

Climbers003-DL-JUL-TGRaisa da Conceição Jesus, uma das pioneiras no balé a completar 15 anos, disse que realmente a noite estava sendo muito especial para ela e para todas as outras debutantes. Ela disse ainda que pretende continuar perseguindo seus sonhos, como o de ser bailarina profissional no futuro.

Toda a festa ocorreu por conta de uma parceria entre a Paris Filmes e os colaboradores do projeto, que se engajaram para que tudo ocorresse da melhor maneira possível. A ideia inicial foi inspirada no filme “Meus 15 Anos”, estrelado pela atriz mirim Larissa Manoela, que atuou na novela Carrossel, e se concretizou pelo esforço de Mônica Baptisteli e Flávia Viana, assessoras de imprensa e voluntárias do projeto.

Climbers041-DL-JUL-TGO Projeto Novos Sonhos tem sido uma oportunidade de melhorar a realidade e dar uma nova expectativa de vida para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade, em sua maioria filhos e filhas de usuários de drogas da região da Cracolândia. De acordo com a Joana Machado, que iniciou esse trabalho em julho de 2009, se não fosse a boa vontade de todos os colaboradores, “nem os pais, nem os amigos, nem as meninas teriam como participar de uma festa de debutantes. É muito gratificante para mim, que sou filha de ex-usuários de drogas, poder proporcionar uma noite assim… mas mais importante que a festa, é a gratidão que sinto”, disse na ocasião.

Ela contou à reportagem que chegou em São Paulo, juntamente com a família, como missionária da Igreja Batista, e que não se conformou em trabalhar com as crianças apenas uma vez por semana. “Foi então que pensei em ampliar e os voluntários foram surgindo… começamos com o balé e hoje temos até doação de cestas básicas para as famílias dos jovens assistidos. A cada novo dia, vivo um milagre”, finaliza. (ND)

Projeto Novos Sonhos
www.facebook.com/projetonovossonhos

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA