Memórias de casas em forma de arte

0
767

Foto: Gerson Azevedo

Gerson Azevedo
João Galera, seu livro preserva as fachadas das casas

Artista e antropólogo, o paranaense João Galera, registra em livro fachadas de casas da cidade.

dscn6599

“Antes Que Acabe”, livro de João Galera, foi lançado em julho deste ano e reúne o registro em bico de pena de mais de 50 casas e sobrados escolhidos. “Escolho pelo visual, sem me preocupar com o estilo arquitetônico. Procuro residências que tenham personalidade”. A intenção do artista é registrar casas que podem deixar de fazer parte do cenário urbano, por conta da especulação imobiliária. Vila Madalena, Pinheiros, Vila Mariana e Bixiga foram os primeiros bairros.

Nascido em Maringá, João chegou a São Paulo em 2011. Morou em uma casa na Rua Fradique Coutinho, próximo da Inácio Pereira da Rocha, que integra seu livro e continua de pé. Ela é a casa da “Rua Fradique Coutinho”, na página 79. Mas nem todas tiveram essa sorte. João conta que  precisou voltar a um conjunto de casas da Rua Amaro Cavalheiro para checar alguns detalhes e “Uma das casas simplesmente não existia mais. Ela foi demolida para dar lugar a um edifício”. Hoje, ele mora na Henrique Schaumann.

r-ferreira-de-araujo-div
Fachada da casa da Rua Ferreira de Araújo (Divulgação)

Seu método de trabalho é sair pelas ruas e quando encontra a casa que lhe interessa, faz fotos com seu celular e depois, no ateliê, imprime seu traço, com todos os detalhes do imóvel.

João Galera pretende registrar outras casas em outros bairros da cidade. Anuncia que pretende percorrer as ruas da Lapa, Ipiranga e Mooca para um novo volume. “Acredito que vou encontrar casas interessantes para desenhar”.

O livro “Antes Que Acabe” foi lançado no Museu da Casa Brasileira com uma exposição dentro da proposta “Desenhando a Cidade” e é vendido através da página do artista no Facebook. Pretende também fazer o mesmo com as casas de madeira do interior do Paraná e em cidades de países vizinhos como Buenos Aires (Argentina) e Lima (Peru).

solidoes-div1
Solidões, tela de João Galera (Divulgação)

Além das casas, o artista também pinta telas e dá aulas de desenhos. João já expôs no México e em Nova York. Até 4 de dezembro ele integra a mostra coletiva Fissura (Rua Estados Unidos, 472, Jardim Paulista), onde expõem suas casas reproduzidas em estandartes de tecidos em uma instalação.

www.facebook.com/joaogalera2

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA