O desafio de passear pela 12

0
688

Foto:

Mara Gabrilli passeia na rua 12 de outubro.

Acompanhada do vereador Andrea Matarazzo, a deputada federal Mara Gabrilli faz novo “teste das calçadas” na região da Rua 12 de Outubro.

Região chegou a ter reforma de calçadas com plano de acessibilidade em 2007, mas hoje a pavimentação precisa ser melhorada.

Fazer compras no Mercado da Lapa e olhar as vitrines das lojas da Rua 12 de Outubro é programa obrigatório para qualquer lapeano e para milhares de paulistanos de outros bairros que circulam pela Lapa. Mas a diversão pode virar problema. E, algumas vezes, dos sérios. Ao se distrair apreciando o colorido mágico dessa região, quem passeia a pé pode tropeçar nos buracos das calçadas, que estão em péssimas condições.

No dia 8 de agosto, a deputada federal Mara Gabrilli esteve no bairro, na companhiado vereador Andrea Matarazzo, e percorreu o mercado municipal e a Rua 12 de Outubro. Para ela, que é tetraplégica, o passeio foi ainda mais difícil. A deputada encaminhará um ofício à prefeitura para que sejam feitas obras no local. “Aqui existem diversos buracos e valas de esgotos muito grandes que causam travamento das rodas das cadeiras”, disse. “E mesmo para os pedestres que não têm problemas de mobilidade, andar pela região voltou a ser um perigo”.

Em 2007, como vereadora e ex-secretária municipal da Pessoa com Deficiência, Mara Gabrilli supervisionou um projeto de reforma de 4.600 m2 de calçadas na Lapa, que previa, além da troca do calçamento, o cumprimento das normas de acessibilidade. “Visitei a região durante e depois da reforma e as calçadas ficaram muito boas”, lembrou. “Mas, nos últimos anos, não houve a manutenção necessária.”

Os comerciantes da Lapa concordam e lembram que as calçadas da área do Mercado da Lapa e da Rua 12 de Outubro já chegaram a ser bem mais seguras e acessíveis. Paulo Izzo, ex-presidente da Associação dos Comerciantes do Mercado da Lapa – Acomel, afirmou que foi feito um ótimo trabalho de recuperação de calçadas e melhoria da acessibilidade em todo o bairro da Lapa em 2007. “Aquele trabalho ficou, mas é preciso conservar, para que não volte a ser o caos que era antes.”

www.maragabrilli.com.br

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA