Aulas|natalinas

0
1193

Foto:

Aulas que ensinam e inspiram as ceias de Natal e réveillon

Com a proximidade das festas de fim de ano, muitos cursos começam a ser oferecidos pelo bairro. Para isso as empresas ministram aulas que vão de decoração à culinária.
“Os cursos de Natal são bastante procurados pois possibilitam a criação de novidades e aumentam a quantidade de itens para a ceia”, conta Guilherme Simão, responsável pelo marketing da Chocolândia.
A maior parte dos cursos é feita por meio de parceria entre fornecedor e lojas. “Contamos com parcerias de grandes marcas, que possuem profissionais habilitados para representá-las. Eles também desenvolvem receitas que incentivam o consumo e orientam a melhor forma de utilizar seus produtos”, explica Regina Lopes, supervisora de marketing do Shopping Center Lapa, que tem uma Central de Cursos há 15 anos.
Os horários das aulas variam conforme os estabelecimentos. A duração de cada aula é, em média, de uma hora. “Os cursos do Mercado da Lapa são rápidos e o aluno tem um momento bem gostoso. Em algumas aulas, o participante pode até provar a receita”, diz Eduardo Scudeler, auxiliar administrativo do Mercado.
Para participar de alguns cursos, é preciso fazer uma inscrição prévia e em outros lugares é necessário apenas ir diretamente para as oficinas. “Aqui no Mercado da Lapa, o participante pode ajudar uma instituição, há cursos em que pedimos que tragam um quilo de alimento”, explica Scudeler.
Quanto aos materiais usados nas aulas, variam de acordo com o curso. “Aqui na Chocolândia, temos oficinas demonstrativas e práticas. Temos muitas aulas onde o aluno põe a mão na massa. Oferecemos até cursos profissionalizantes com certificados e alguns com duração de até quatro dias”, diz Simão. 
Já as salas para fazer os cursos vão desde uma grande cozinha até mesmo um espaço arejado, para facilitar a troca de experiências e o bate-papo divertido. O número de vagas também varia. “Na Central de Cursos há professores e culinaristas que possuem um público cativo, ou mesmo marcas mais disputadas, que são procuradas. Mesmo assim, há um equilíbrio na frequência, no entanto, os cursos de culinária são imbatíveis no número de pessoas”, diz Regina.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA