Cursos técnicos para jovens

0
623

Foto:

Flamingo: laboratório de informática

O governo do Estado de São Paulo, através da Secretaria da Educação, criou neste ano o programa Rede Ensino Médio Técnico e ofertou 31 mil vagas em cursos técnicos para estudantes da 2o ano do Ensino Médio e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da rede estadual. As aulas tiveram início em novembro.
Estão sendo investidos R$ 60 milhões e o programa tem 230 instituições de ensino técnico credenciadas em 95 municípios. Os cursos têm duração prevista de 1 a 1,5 ano. Os alunos selecionados têm bolsa de estudo integral paga pelo governo às escolas particulares habilitadas pela Secretaria da Educação. Aqui na zona oeste, o Colégio Flamingo é uma dessas instituições.
Os alunos se cadastraram no portal da Secretaria da Educação em um dos 432 cursos, que contemplam 58 áreas, em diferentes setores da economia, como o sucroalcooleiro, automação industrial, logística, informática e outros. A carga horária varia de 800 a 1.200 horas. Um sorteio foi feito entre os inscritos nos cursos com maior procura. Os os alunos inscritos e não contemplados puderam se inscrever em outros.
Segundo Francisco de Assis Carvalho Pinto, mantenedor do Colégio Flamingo, “É muito bom estarmos participando do programa Rede Ensino Médio Técnico. Oferecemos bolsas para nove cursos técnicos: automação industrial, logística, recursos humanos, informática, jogos digitais, administração, contabilidade, mecatrônica e comunicação visual”. Os cursos serão ministrados na unidade da Rua George Schmidt.
“Estamos contribuindo para que os alunos das escolas públicas, ao terminarem seu curso, possam ter uma profissão e serem absorvidos pelo mercado de trabalho”, diz Francisco de Assis. Os cursos de jogos digitais, automação industrial e administração foram os mais procurados pelos mais de 300 alunos que optaram fazer o curso técnico no Flamingo.
Em fevereiro de 2012, está previsto um novo edital de credenciamento, que possibilitará a oferta de mais 125 mil vagas. A expectativa é que novas turmas possam iniciar no começo do segundo semestre. A meta do governo para 2014 é beneficiar cerca de 420 mil estudantes do Ensino Médio.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA