Descobrindo o fundo do mar

0
650

Foto:

Armando numa aula de mergulho

De uns tempos para cá,
todas as pessoas com algum tipo de deficiência ganharam visibilidade e,
com isso, fizeram com que a sociedade tomasse conhecimento de que eles
podem – e devem – levar uma vida normal, com toda a mobilidade que as
pessoas comuns têm. Antes eles estavam esquecidos, à margem, sem fazer
nada. Hoje, eles continuam lutando por seus direitos, mas já estão
inseridos no mercado de trabalho, no lazer, no esporte. Foi se
deparando com um rapaz que sofreu um acidente e ficou paraplégico que
Armando Inglês, da Arte Natação, teve a ideia de um curso de mergulho
para deficientes.
Professor de educação física há mais de 22 anos e
instrutor de mergulho há 10 anos, Armando diz que a pessoa será
avaliada para saber até onde ela pode ser trabalhada dentro da sua
mobilidade – mas deficientes visuais ou físicos podem ter uma
experiência realmente nova e incrível. “Com o rapaz do acidente, eu
percebi que ele queria ficar em pé porque era uma sensação que não
tinha há muito tempo. Então na água, com todos os equipamentos, colete
etc., não tem peso e ele conseguia ficar com o pé no azulejo, lá no
fundo da piscina, numa posição ereta”, revela o instrutor.
A
experiência de mergulho com os deficientes visuais pode ser feita com
guias ou de mãos dadas. Armando fala mais: “É claro que ele não vai
enxergar nada, mas aquela sensação, o universo que ele cria dentro da
cabeça dele, a sensação da água, sentir a corrente de água mais fria,
mais quente, se tem sol, é fantástico”.
O curso – tanto para
deficientes quanto para pessoas normais – é dado em uma semana e logo
em seguida o próprio Armando acompanha “os formandos” num final de
semana para o check out, como é chamado o batismo no mar, geralmente em
Ilhabela, por ser um lugar relativamente calmo, próprio para quem está
iniciando.
As piscinas para as aulas devem ser profundas: “Nós
estamos montando e adaptando nossas unidades para poder receber um
número maior de portadores de alguma deficiência específica, mas temos
parceiros que podemos mandar esse novo mergulhador”, explica ele. As
aulas têm duração de três horas e meia e, além do contato com a água, o
aluno aprende a mexer com o equipamento todo:máscara, snorkel, pés de
pato, cilindro de ar, etc. Armando, apaixonado pelo que faz, garante
momentos inesquecíveis dentro d’água.

Arte Natação Academia
Rua Pio XI, 374, Lapa
Telefone 3837-9135
www.artenatacao.com.br


SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA